1 – Para aprender a falar inglês rápida e facilmente, a primeira coisa que você deve fazer é perder o medo

O primeiro passo que você precisa dar para aprender inglês é convencer-se de que você pode fazer isso. Muitas vezes temos medo, ou vergonha, de falar inglês porque pensamos que nossos ouvintes nos criticarão e nos julgarão por não falarmos inglês perfeitamente e com boa pronúncia.

Devemos mudar esta percepção para sempre. Em geral, as pessoas tendem a colaborar quando seu interlocutor tenta se expressar em um novo idioma, neste caso, o inglês. Em meu caso particular, quando eu era muito jovem, vim estudar inglês na América, ao contrário de alguns dos meus colegas de classe latino-americanos que tinham medo de ser ridicularizados por não falar inglês, eu estava armado de coragem e murmurava em meu inglês precário que queria expressar.

Como resultado, meus colegas americanos adoraram minha maneira de me expressar usando pequenas frases aqui e ali e linguagem corporal. Eles ficaram fascinados pela minha atitude positiva e determinação em me fazer entender o que os levou a me ajudar e me ensinar. Foi uma experiência muito encorajadora e, o melhor de tudo, consegui atingir meu objetivo em pouco tempo.

2 – Para aprender a falar inglês, conceda-se poder

Para obter o poder que levará ao sucesso, você deve estabelecer metas reais. Qualquer que tenha sido sua experiência com o inglês e por pior que possa ter sido, nunca é tarde demais para aprender. As possibilidades da mente crescem à medida que a usamos.

Não há nenhuma evidência científica que indique uma idade limitada para aprender inglês. Pelo contrário, foi provado que quanto mais usamos a capacidade de nosso cérebro, mais ele aumenta. Embora as crianças tenham uma capacidade natural de adquirir uma segunda língua, os aprendizes adultos têm maiores habilidades cognitivas, motivação e capacidade de concentração, características que favorecem a aquisição da língua.

Para obter sucesso no aprendizado do inglês é importante mudar a percepção do que significa a experiência de aprender uma nova língua. Se você teve uma experiência desagradável enquanto estudava inglês na escola, como o uso de metodologias e técnicas inadequadas que enfatizam as generalidades do idioma, ao invés de se concentrar na capacidade real de usá-lo, você deve esquecer tudo isso e se concentrar em novas experiências reais com uma atitude positiva.

Para manter uma posição competitiva em um mundo que muda contínua e rapidamente, há muito conhecimento que devemos absorver. Dia após dia, somos bombardeados com muitas informações. Primeiro, devemos selecionar as informações relevantes para atingir nossos objetivos, ou seja, para determinar quais informações são importantes e por quê. É sempre útil nos perguntarmos como podemos aplicar as informações que queremos aprender e como elas podem nos beneficiar. Isto nos ajudará a não perder tempo tentando reter informações irrelevantes.

Se levarmos em conta que o sucesso hoje em dia depende diretamente de nossa capacidade de assimilar conhecimentos pertinentes de forma rápida e eficaz, devemos nos esforçar para encontrar a melhor maneira de adquirir as informações específicas que nos levarão ao sucesso. Temos que aprender a aprender – ainformação mais dignapossível de forma mais eficaz. Isto nos dará uma vantagem competitiva pessoal, acadêmica e profissional.

Cientes das vantagens de falar inglês, muitas pessoas já se envolveram no aprendizado do inglês algum tempo em suas vidas. Se foram bem sucedidos neste projeto, provavelmente foram para uma boa escola de inglês. Se, pelo contrário, eles estudaram inglês e ainda não conseguem falar, provavelmente participaram de um curso de inglês que destacou os aspectos gramaticais e acadêmicos do idioma, ao invés do aspecto prático. As conseqüências negativas dos métodos ineficazes são, em geral, o desânimo e o fracasso.

Aprenda INGLÊS RÁPIDAMENTE - Lingua Language Center

3 – Para aproveitar ao máximo sua aula de inglês, coloque-se no estado mental correto

Uma vez que sabemos qual é a melhor maneira de aprender para nós, precisamos adotar o estado mental ideal para a aprendizagem que é o estado mental alfa, aquele usado para a meditação transcendental. Podemos alcançar este nível de calma mental, mas alerta se demorarmos alguns minutos para relaxar antes de iniciar uma aula de inglês. Ouvir música clássica em segundo plano durante a aula ou sessão de estudo complementa um ambiente de aprendizado perfeito, pois seu tom acompanha as ondas cerebrais alfa, alerta mas relaxado.

4 – Mergulhe na língua inglesa

Envolva-se com o ambiente certo. Outro fator importante que melhora o aprendizado é fazê-lo no ambiente certo. Está provado que quando as emoções estão presentes no momento da aprendizagem, podemos lembrar facilmente das informações.

Então o melhor é nos cercar de belas cores, bons cheiros e música apropriada. Quando tivermos um objetivo claro, estaremos prontos para determinar que tipo de aprendizes somos. Basicamente, existem três tipos de aprendizes e todos nós caímos em um deles – visual, auditivo ou cinestésico – com traços de outro tipo.

Isto significa que não nos enquadramos puramente em uma ou outra categoria. Portanto, as informações devem ser inseridas através de mais de um sentido. Esta forma eficaz de aprendizagem evoluiu como a abordagem multi-sensorial: usando mais de um sentido para adquirir conhecimento.

5 – Pratique o conhecimento de inglês adquirido de várias maneiras

Para melhor lembrar um pedaço de conhecimento, devemos primeiro inseri-lo de várias maneiras. Geralmente nos lembramos de 90% do que vemos, ouvimos, dizemos e fazemos. É aconselhável praticar o inglês também fora da sala de aula. Que melhor lugar para praticá-la do que uma região tão diversa e multicultural como a Flórida? Qualquer lugar se presta à prática, por exemplo, o banco, o supermercado, o cinema ou a biblioteca.

É importante estabelecer contato com as fontes (pessoas ou materiais) no idioma inglês. Além de aumentar o valor da pessoa no mercado de trabalho, aprender inglês pode ser uma experiência agradável e gratificante. Se você quiser acelerar o ritmo de aprendizagem do inglês e manter a fluência, pratique pelo menos 20 minutos por dia, aproveitando as diversas fontes que você tem à sua disposição, tais como Internet, rádio, TV, filmes, vídeos, programas de áudio, livros, prática da vida cotidiana, etc.

6 – Repetir o processo constantemente

Devemos praticar os conhecimentos adquiridos repetidamente, primeiro uma vez por dia, depois uma vez por semana, uma vez por mês, e assim por diante. Tendo assimilado o conhecimento da língua através de nossas técnicas de aprendizagem multi-sensorial (visual, auditiva e física), a melhor maneira de lembrá-las é praticá-las repetidamente.

7 – Aprenda inglês rapidamente e recompense seu sucesso

Finalmente, não se esqueça de recompensar a si mesmo por suas conquistas de aprendizagem. Pense em um prêmio, seja ele um item ou uma atividade de seu desejo e, sem demora, compre o item ou execute a atividade. Por exemplo, tire umas férias onde você pode não só desfrutar, mas também continuar a praticar e aprender inglês, comprar um par de sapatos, jantar em um restaurante… As escolhas são múltiplas e só depende de você.

 

Por Andreina Ojeda, M.A. Modern Languages e M.A. International Studies. Andreina Ojeda é a Presidente e Fundadora do Centro de Idiomas Lingua